Esperança * Palestina 194

 

Sob a treva,

Aguarda um povo,

Sua hora tarda em chegar.

 

Levaram-lhe o brio, com ele o sonho,

Deixaram-lhe um fôlego,

Para suspirar.

 

Mas hoje vê que o Sol é novo,

E alumia o seu fogo,

Nunca mais o podem apagar!

 

Sob a alva,

Ergue-se um povo,

Que já não pode esperar.

Anúncios